Instalação de Gás para Condomínios em Sorocaba

Sobre Gás Combustível canalizado em Edifícios e Condomínios

O gás canalizado é um conforto para os moradores e usuários, uma vez que não irão mais se preocupar com a compra e substituição de botijões, e ainda trazendo o benefício de um fornecimento contínuo.

Em edifícios e condomínios é utilizado dois (2) tipos de gases: o gás natural (GN) e o gás liquefeito de petróleo (GLP).

Instalações de Gás Natual (GN)

O Gás Natural é uma fonte de energia que pode oferecer muitas vantagens aos moradores de condomínios, como usuários em geral. Tanto pela segurança e economia que ele proporciona, como principalmente pelo conforto que representa em toda a residência.

O Gás Natural para uso residencial em condomínios, ainda trás outro benefício – o uso de gás natural para aquecimento de água.

Através desse uso, os moradores têm vantagens de substituírem os chuveiros elétricos por duchas e aquecedores de água a gás.

Além das vantagens de um banho com maior volume de água e na temperatura certa, os moradores terão uma economia significativa, em torno de 25% em relação ao que gasta com energia elétrica.

Ao optar por esse sistema, é recomendável a retirada dos antigos botijões ou cilindros, ficando o condomínio com uma conexão direta e ininterrupta de abastecimento com a concessionária de gás natural.

A instalação da tubulação pode ser interna (embutida às paredes) ou aparente (exposta), sendo que a exposta facilita a manutenção, e poderá ter ainda medição individualizada ou rateada conforme o número de pontos de consumo da edificação.

Como pré-requisito para a instalação do sistema, o condomínio deve providenciar a colocação de portas nos abrigos de medidores e regulador, além de zelar pela manutenção de todo o sistema, para que funcione adequadamente.

E a instalação de Gás Natural também está sujeita a viabilidade técnica, da localidade da instalação dispor de rede de distribuição da concessionária de gás natual, para a conexão direta.

Instalações de Gás Liquefeito de Petróleo (GLP):

O gás GLP, conhecido popularmente por “gás de cozinha”, requer a instalação de cilindros de gás, normalmente no térreo da edificação.

No caso da instalação do gás GLP, não possui uma conexão direta com a concessionária, portanto o abastecimento é realizada de forma periódica, através de caminhões das concessionárias que abastecem os cilindros onde fica o gás armazenado para consumo.

A distribuição do gás GLP do ponto de armazenamento (nos cilindros) até os pontos de consumo (residencias, apartamentos) é feito por meio de tubulações que podem ser embutidas (internas às paredes) ou aparentes (externas) e a medição pode ser rateada por número de pontos de consumo ou individualizada.

A tubulação externa (aparente) normalmente é a melhor opção, pois proporciona uma manutenção mais simples, que em caso de vazamento de gás também coloca os moradores em um risco menor, pois o gás fica do lado de fora do prédio.

Na prática o gás GLP não depende de viabilidade técnica, independente da localidade de instalação, pois os cilindros onde ficam armazenados o gás é abastecido através de caminhões.

Entre em Contato Conosco

Preencha os campos abaixo: